04 março 2013

Histórias de Sucesso: Nathi Luque

   
     Bem, essa coisa de 'História de Sucesso', nova tag do blog eu resolvi criar para contar a vocês história de pessoas que me inspiram! As vezes terá alguém que eu conheço particular, e outras pessoinhas que vocês também conhecem e aqui no blog irei contar mais sobre essas pessoas. Já havia pensado em postar algo do tipo, porém não fazia ideia, e o curso do Senac e meus tutores de lá me insentivaram a postar histórias de uma das pessoas que eu mais admiro.
    O nome 'Histórias de Sucesso' veio do meu pai, que em outro post irei falar mais. Em todos os cursos dele, ele pede para que na aula seguinte cada aluno traga uma 'História de Sucesso', ou seja, aplique em seu dia-a-dia no trabalho e pessoal as coisas que ele ensinou na ultima aula, fazendo com que as pessoas colocassem em pratica o que ele ensinava, aplicando na vida e mudando seus conceitos para melhorar o seu pessoal e seu local de trabalho. E sempre dava certo, na semana seguinte algo tinha mudado com os alunos e eles estavam com um brilho a mais nos olhos. Esta ai o porquê do nome!

     Bem, e para começar o primeiro post, da primeira vez que posto a Tag #HistóriasDeSucesso, com vocês Nathi Luque!

   

     Linda, carismatica, simpatica, extrovertida, sincera e MA-RA-VI-LHO-SA Nathalia! Primeiro devo explicar o motivo do qual ela merece tanto estar aqui no blog. Bem, ela para mim é uma inspiração. Para quem não sabe sou apaixonada por teatro, sou espirita e tenho planos de ser professora. Bem, a Nathi consegue juntar tudo o que eu quero em uma só pessoa. Professora, professora de Teatro, e ainda por cima, Teatro Espirita! Minha super inspiração, ela leva alegria por onde passa!


     Arte-Educadora, Nathi conta um pouco de sua história para nós.

Por que dar aulas de Teatro?
  "Sempre gostei de teatro, me lembro de dirigir e atuar em uma peça aos 8 anos de idade na escola, simplesmente pedi para a professora se eu poderia apresentar algo aos meus colegas, ela deixou, eu reunir algumas amigas e montei uma peça sobre duas fadinhas. De lá para cá, eu fui me envolvendo com a arte em geral, fazendo uns cursos e fiz algumas aulas de teatro. Dar aulas foi mais uma consequência."

Por que Teatro Espirita?
 "Teatro Espírita eu comecei a fazer no CEMA (Centro Espirita Maria Amélia - SBC/SP) mesmo, para dizer bem a verdade, nunca fiz teatro fora do CEMA, e o teatro espírita é uma forma de divulgar a doutrina espírita através da arte, doutrina pela qual eu sou apaixonada."

Como conseguiu ser professora de teatro no CEMA?
  "Quanto à pergunta sobre como eu consegui dar aulas de teatro no CEMA, foi muito fácil, eu fazia parte da Diretoria, então tinha total abertura para expor minha ideias. Havia um tempo que não tinha ninguém disposto a dar aulas de teatro no CEMA e não havia mais o grupo de teatro. A Simone e eu propusemos a pegar a tarefa, até alguém mais qualificado aparecer, mas esse alguém nunca apareceu. E eu fiquei. Isso foi em 2009. Fizemos um projeto, apresentamos a diretoria e tivemos o aval para começar. Foi assim...''

Quais os cursos que você fez e mais gostou?
  ''Fiz Dança Contemporânea, fiz Ballet (mas esse eu não gostei muito), fiz pintura em tela, flamenco, canto-coral, violão (mas não aprendi a tocar) e fiz a pós em Linguagens da Arte pelo Maria Antônia da USP, onde tinha aulas de teatro, dança, música, etc.''
 Obs: Ah, eu fiz mais uns trocentos cursos na vida, mas relacionei apenas os que envolvem a arte. (E eu achando meu cursinho de Inglês ótimo)

Encontrou algumas dificuldades no meio do caminho?
 ''Dificuldade? Muitas, a arte ainda não é muito bem vista por muitas pessoas, ainda mais a arte espírita que não é compreendida nem dentro do Centro Espírita, mas nada que me afetasse muito.''

Por que decidiu ser professora?
 " Eu já dava aulas de reforço para as crianças do meu bairro com 17 anos, para conseguir uma graninha, nessa época comecei a dar aulas na pré-mocidade também, como assistente, com 18 já tinha minha própria turma. Na pré fui dar aula porque eu gostei de ter ajudado lá um dia em que o expositor faltou e me mandaram ir lá para ficar com as crianças, na época eu era aluna da Mocidade. Depois quis ser mais útil e praticar a caridade conforme diz a doutrina e me ofereci para ajudar lá. Após alguns anos fui prestar vestibular na USP e lendo as descrições das profissões achei q a Pedagogia era mais a minha cara, e me inspirei um pouco no Prof. Rivail (Allan Kardec), que tbém era pedagogo, para fazer o curso. Comecei a trabalhar e me encantei com a Educação Infantil, tanto que nos anos que fiquei como Auxiliar de Coordenação e atuando na área da pesquisa eu senti muita falta da sala de aula e resolvi voltar. "

O que você aprendeu e leva contigo durante essa trajetória no mundo da arte?

 "Eu levo comigo o prazer que a arte nos proporciona, a capacidade que ela tem de transmitir muito de forma agradável e sem martírio, o respeito às ideias e opiniões dos outros e o trabalho em conjunto. Mas acho que acima de tudo levo a certeza de que a arte transforma e que qualquer um pode experimentá-la, apreciá-la e executá-la"
Uma frase que te defina.

Bem galerinha, é isso! A Nathi não é linda e tem belas palavras? Pois é, essa é minha professora de Teatro e uma das pessoas que mais me inspiram. Espero que tenham gostado da entrevista! 

E vocês tem alguém que inspirem vocês?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

analyticstracking.php

About Us


Bruna Della, 19, brazilian, drama student, blogger and capricorn. Believe that can change the world with smiles. Blog Cappuccino E Bobagens is a personal space where I can talk about places, products, woman things and projects that help the world. If you have some suggestion, please, send us an e-mail: cappuccinoebobagens@gmail.com Cappuccino E Bobagens // Cappuccino And Stuffs

Recent

recentposts

Random

randomposts