09 março 2015

Quero ser médico, o que fazer? - Eduardo Gasparotti


 Para quem não sabe realizei duas cirurgias no pulso direito (sim, no direito) graças a um trabalho, sério, aprendi duas coisas: faça o que ama e não se mate por trabalho porquê lá ninguém vai mover um dedo por você. Enfim, no meio dessas duas cirurgias conheci o Doutor Eduardo que além de ser um ótimo profissional, é engraçado e bem humorado. 
 No final dessa segunda (e espero que ultima) cirurgia, pedi a ele que me concedesse uma entrevista ao blog. Acabei de sair dos vestibulares da vida e da indecisão, me deparei com muitos vestibulandos que estavam na busca e batalhando para medicina e achei interessante alguém tão chique, importante e legal falar com vocês sobre. Então aí vai: Dr. Eduardo Gasparotti!

1. Como decidiu tornar-se um médico?
 Decidi fazer medicina no 1 colegial (9 ano). Sempre tive muito interesse na área de biológicas, mas até então estava indeciso sobre as diversas profissões. Através de maior contato com profissionais médicos, meu interesse se transformou em sonho e cá estou.

2. Como é uma faculdade de medicina e seus desafios?
 A Faculdade de medicina exige muita disciplina e empenho. Cada matéria necessita ser muito bem estudada, pois cada uma delas tem sua importância na formação médica. O principal desafio consiste em manter essa determinação durante os seis anos de formação, principalmente porque passamos o dia todo em aula, já que o curso tem período integral.
 A grande vantagem disso tudo é a construção de amizades fiéis e verdadeiras pro resto da vida.

3. Já pensou em mudar de carreira?
 O que falo para as pessoas é que se tivesse que mudar de profissão estaria perdido. Não sei fazer mais nada fora da área que atuo e que amo demais.

4. O que uma pessoa precisa ter (qualidades e valores) para conseguir se manter na área?
 Pra conseguir aproveitar e se formar bem é necessário disciplina e amor à profissão.
5. Como concilia a vida pessoal com o trabalho?
 Ser médico é se entregar à profissão. Apesar de ter três filhos, tenho uma esposa que sempre me apoiou e compreendeu a necessidade de perder muitos momentos em família. Mas tudo pela profissão.

6. Quais as partes boas e ruins da área?
 Não vejo parte ruim não área em que atuo. É muito importante boa estrutura emocional e psicológica pra encarar nosso dia a dia, incluindo perda de vidas. Infelizmente faz parte da nossa profissão. Porém grande parte do que  vivenciamos é gratificante, e isso talvez compense a outra parte. 

7. Existe algum tipo de expectativa criado (e que não existe) pelas pessoas que querem fazer medicina?
 Pra quem está com dúvidas quanto à escolha da profissão e tiver em mente fazer medicina, não o faça pelo parte financeira. Trabalhamos muito pra termos uma vida boa, sem excessos. Se tiver dinheiro em mente essa não é a profissão que se procurar.

8. Para você, como tornar-se um profissional de sucesso?
 A chave para o sucesso é fazer a medicina com amor. Pensar sempre no bem estar do ser humano. Garanto que seu sucesso estará garantido.

9. Qual foi seu maior desafio na área e como o superou?
 Meu maior desafio foi superar horas sem sono e cansaço físico. Muitas vezes precisava muito deitar, que fosse por 30 minutos, mas tinha obrigações e responsabilidades que me impediam disso. Hoje olho pra trás e vejo que tudo valeu a pena e faria tudo de novo se fosse preciso.

10. Deixe um recado para aqueles que querem cursar medicina.
Resumo tudo o que falei em uma única frase:
A dor de lutar pelos nossos sonhos é temporária, desistir deles dói para sempre.
(Lance Armstrong)

Muita sorte a todos que almejam ser colegas e façam sempre, independente do que fizer, com muita alegria e prazer.

Ele está no Hospital Beneficência Portuguesa de Santo André às sextas-feiras a partir das 13hs.

Alguém aqui vai prestar pra Medicina no final do ano?


6 comentários:

  1. Que amor de entrevista. Lembro que nos meus últimos anos do ensino médio meu sonho era medicina. Mas meus pés e meu coração foi para Letras. Sempre achei lindo ser médica, doar a vida para os outros, salvar pessoas que estão a beira da morte e ser tão bom e prestativo. Porém hoje, me olho e sei que não daria certo nessa vida. Minha admiração aos médicos.

    Amei a entrevista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, minha admiração aos médicos. Tem que ter muito foco e força pra seguir e se manter em uma profissão tão complicada.

      Beijão Raque

      Excluir
  2. Nossa quem diria normalmente quando vamos nos consultar não imaginamos nem metade das coisas que esses profissionais passaram e sofreram pra chegar aonde estão, e tem que ter muito amor mesmo porque você pode estar de férias com sua família e do nada pode acontecer algo com alguém que ele nem conhece, mas tem que socorrer.
    É uma profissão muito linda e de dar um mega orgulho <3
    Pena que eles ainda não são tão reconhecidos como merecem quem sabe um dia as coisas mudem e eles recebam o verdadeiro valor dessa linda profissão <3.
    Bjuus <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Gabi, ninguém imagina a luta deles.
      Sim, poucos são reconhecidos e merecem tanto

      Beeeeijos gata :*

      Excluir
  3. De Eduardo, realmente excelente profissional fez uma cirurgia perfeita, quebrei o dedo em uma queda de moto, 45 dias de molho, mas nenhum sequela.
    Além de ótimo, profissional, inclusive elogiado por colegas de profissao, é um médico humilde, explica claramente o que ocorreu.
    Resumindo há pessoas que trabalha por status, outra por amor.

    ResponderExcluir
  4. De Eduardo, realmente excelente profissional fez uma cirurgia perfeita, quebrei o dedo em uma queda de moto, 45 dias de molho, mas nenhum sequela.
    Além de ótimo, profissional, inclusive elogiado por colegas de profissao, é um médico humilde, explica claramente o que ocorreu.
    Resumindo há pessoas que trabalha por status, outra por amor.

    ResponderExcluir

analyticstracking.php

About Us


Bruna Della, 19, brazilian, drama student, blogger and capricorn. Believe that can change the world with smiles. Blog Cappuccino E Bobagens is a personal space where I can talk about places, products, woman things and projects that help the world. If you have some suggestion, please, send us an e-mail: cappuccinoebobagens@gmail.com Cappuccino E Bobagens // Cappuccino And Stuffs

Recent

recentposts

Random

randomposts